Junto(a)s somos mais fortes

O Coletivo NEOS acredita que, se cada um(a) fizer um pouco – no núcleo familiar, nos grupos de amigo(a)s, nas redes sociais, no bairro, no entorno da cidade – o pouco se torna muito e não há limites para o que se pode realizar na força da união.

Melhor ainda quando duas iniciativas se encontram – uma no norte (de integrantes do NEOS), outra no sul do município (do movimento Ubatuba Sim) – em prol do mesmo objetivo, feito dois afluentes que juntam suas águas no mesmo rio em direção ao mar. Aqui o rio em questão é o Tavares, que atravessa boa parte do perímetro urbano de Ubatuba, e infelizmente tem sido destinatário de uma grande quantidade de resíduos sólidos impróprios (plásticos/garrafas, borracha/pneus, metais, vidros, etc.). No link abaixo, um registro da ação coletiva de limpeza da barreira de contenção, que contou também com a participação de voluntários e estudantes de biologia.

Quer se juntar a esse movimento de conscientização e atuação ambiental? Nos acompanhe nas redes sociais @coletivoneos ou escreva um e-mail compartilhando sua história: comunicacao@coletivoneos.org

Instituto Neos organiza distribuição de alimentos e kits de higiene a comunidades tradicionais do norte de Ubatuba

De braços dados com o FCT – Fórum de Comunidades Tradicionais (Angra, Ubatuba, Paraty), e apoio de estabelecimentos, artistas e terapeutas locais, o Instituto NEOS protagoniza nova campanha para arrecadação e distribuição de alimentos não-perecíveis, produtos agroecológicos dos produtores da Rede de Ubatuba (cestas DuBem)e kits de higiene e limpeza a famílias da região norte de Ubatuba vulnerabilizadas pela pandemia do covid-19.

As comunidades tradicionais de Ubatuba – quilombolas, indígenas e caiçaras – trabalham com atividades afetadas diretamente pelo isolamento social necessário, como o turismo e a pesca. Por isso, o NEOS e parceiros acionaram suas redes e se engajaram em uma campanha* para levantar contribuições e entregar as cestas a 109 famílias da região.

Quem contribuiu com alimentos, itens de higiene ou depósitos bancários concorre a:
• 01 livro de viagens
• 01 consulta online de ginecologia natural
• 01 consulta online de saneamento ecológico
• 01 saia infantil feita a mão por artesã local
• 03 peças de cerâmica produzidas por uma artista local

A distribuição das cestas será realizada no final de semana (13/06) e sorteio dos prêmeios na semana seguinte e o resultado divulgado aqui e nas redes sociais do Coletivo NEOS.

REALIZAÇÃO
Instituto NEOS para Sociobiodiversidade
Fórum de Comunidades Tradicionais (FCT)

ORGANIZAÇÃO
Coletivo NEOS:
Cynthia Demetrio
Mariana Monferdini
Priscilla Romão
Robert Elmar

APOIO
UBÁ Realizações Sustentáveis
Banana Bamboo Ecolodge
Cestas DuBem Orgânicos
Thorré (máscaras de tecidos)

DOAÇÕES
Prêmios p/ sorteio:
Alexandre Arten
Argus Caruso
Erica Sanches
Joana Lemos
Priscilla Romão
Saúde Elementar

Contribuições premium:
Plana Vivências

Ana Paula Bratfich
Edilaine Barros
Flávia Amato
Jennifer Erny
Jessica Nolte
Johanna Kiksdahl
Thaís Braid
Tiago Grotkowsky
Mercearia e Casa de Ração Ubatumirim

AGRADECIMENTOS
Nossos agradecimentos a todas as pessoas que contribuíram para esta ação solidária. E às parcerias que fortalecem nossa caminhada por um mundo mais saudável e humanizado.


* NOTA – sobre outras iniciativas
Antes desta campanha local, o Instituto NEOS se inscreveu no edital do Itaú Social “Comunidade, presente! Edição Emergencial Covid-19“. No entanto, na devolutiva, foi descrito que a região de Ubatuba não se enquadra nos critérios emergenciais, como: aumento da fome e violência doméstica, percepção de gravidade da epidemia, entre outros fatores.

pescador na região norte de Ubatuba – foto: Cybelle Young (acervo pessoal)

Moradores realizam mutirões na praia do Estaleiro

Em uma iniciativa popular da comunidade, moradores e representantes de pousadas, quiosques e do Coletivo Neos, apoiados pela Regional Norte de Ubatuba, reformaram a lixeira localizada na entrada do bairro. Este foi o primeiro passo para um plano de manejo de resíduos, turismo sustentável e atenção ao bem-estar coletivo em nossa praia.

Depois foi a vez dos pontos de ônibus na BR – um foi reformado, o outro foi construído numa força-tarefa comunitária para proporcionar conforto e segurança às pessoas que utilizam o transporte público na estrada.

Mutirões assim são uma boa forma de conhecer os vizinhos e integrar o movimento de atuação coletiva – fortalecendo as relações e contribuindo em futuras iniciativas locais.

Agora segue o diálogo entre moradores e proprietários de estabelecimentos – e nós, do Coletivo Neos – em relação à presença de veículos, som alto, animais (cachorros), camping selvagem, churrasco ilegal na areia, etc.

Juntos somos mais fortes.