Projetos em andamento

Este estudo tem por objetivo mapear questões críticas para projetos de inclusão digital comunitária em 2021, da seguinte forma:

  1. Iniciar diálogo com lideranças de projetos de inclusão digital no Brasil, pedindo que respondam com vídeos curtos sobre as questões críticas que veem hoje neste campo.
  2. Publicar os vídeos na internet e abrir para comentários.
  3. Compilar o conteúdo dos vídeos e comentários.

Justificativa: Para boa parte das iniciativas brasileiras de referência sobre o uso de tecnologias digitais em comunidades, a expressão _inclusão digital_ é incompleta e pode levar a distorções. Ainda assim, é um campo que possui relevância institucional e social, tornando-se um espaço importante de engajamento e visibilidade. Por algum tempo a partir do início dos anos 2000, o Brasil contribuiu de maneira definitiva para a discussão e prática sobre inclusão digital, a partir de uma multiplicidade de projetos. Muitos desses projetos questionavam uma noção superficial de que para promover a inclusão digital bastava oferecer a possibilidade do consumo de equipamentos e acesso.

É com base nesse acúmulo que o projeto ID21 propõe-se a iniciar um diálogo com lideranças reconhecidas nesse tipo de projetos, para atualizar a discussão sobre a relevância da inclusão digital nos dias de hoje, quais são as novas questões que surgiram em tempos recentes, e quais os caminhos a seguir.

O estudo foi iniciado para fornecer subsídios para a produção criativa em linguagem gráfica de um grupo de artistas de quadrinhos, explorando aspectos políticos das culturas digitais e da alfabetização digital. Nesse sentido, o Instituto Neos interage com a Universidade de Bristol, na Inglaterra, que está ligada a uma oficina sobre alfabetização digital e inclusão social em parceria com a Unicamp.

QUEM: O estudo é conduzido pelo Instituto Neos. Felipe Fonseca é conselheiro voluntário. Anna Gallafrio participa da concepção e mediação. Cynthia Demetrio, Mariana Monferdini, Alexandre Arten, Priscila Romão, Robert Elmar e Cybelle Young atuam diretamente na condução do estudo e gestão do projeto.

Referências

ORÇAMENTO: US$ 6,742,88

FINANCIADOR: University of Bristol

PROJETO INTEGRALMENTE REALIZADO DE FORMA REMOTA

Jardim Neos

Quintal BRINCANTE

O Jardim Neos tem como propósito trabalhar na construção de um espaço-tempo harmonioso, onde cada criança que aqui chega possa entrar em movimento e trazer seu potencial único e verdadeiro.

BENEFICIÁRIOS: crianças do primeiro setênio, neste projeto piloto foram incluídas 8 famílias do entorno da sede que já mantinham contato e cuidados relativos à pandemia.

PERIODICIDADE 3 manhãs por semana.

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: Mariana Monferdini .

GESTÃO: INSTITUTO NEOS E FAMÍLIAS

RESPONSÁVEL GESTÃO: Priscilla Romão.

ORÇAMENTO: R$ 1.850,00 mensais

FINANCIADOR: recursos próprios/autofinanciamento.